Banner

Cresce o numero de passageiros que prefere consumir seus próprios alimentos durante as viagens  aéreas. Atentos a esta preferência, alguns restaurantes de aeroportos passaram a oferecer alimentos embalados em pequenas marmitas.

Heston Blumenthal at the Fat DuckNos 118 restaurantes dos cinco terminais do aeroporto londrino de Heathrow, por exemplo, são oferecidas diversas opções pelas redes de café, como a Pret a Manger e EAT, e até restaurantes de famosos, como o  The Perfectionist Café do chef Heston Blumenthal,   e o Gordon Ramsay’s Plane Food, do chef escocês que se tornou celebridade ao atuar em seriados gastronômicos de TV.

gordon

As embalagens com isolamento que mantém o alimento na temperatura certa e especialmente criadas para serem colocadas em baixo dos assentos do avião ou no compartimento superior, dão um charme especial. O destaque fica para a bolsinha térmica recheada com comidinhas preparadas no Gordon Ramsay´s Plane Foods

gordon_ramsay_plane_picnic

O movimento foodie, da última década fez com que chefs estrelados como Jamie Oliver e os já citados Ramsay  e Blumenthal, brilhassem também em restaurantes localizados em aeroportos. Mas como nem sempre o viajante  tem tempo (ou bolso!) e tranquilidade para degustar especialidades assinadas por esses chefs , a alternativa do serviço de comida “pegue e leve” a preços que variam entre £ 5 a £ 50 é uma boa pedida.

A dica vale para gestores de restaurantes brasileiros que atuam em restaurantes; o período de férias se aproxima e os viajantes estão abertos para as novidades.

Sem dúvida, o mercado de alimentação é cheio de oportunidades, mas não vale improvisar! Sobretudo quando se trata de garantir a segurança do passageiro.

Fonte: The Telegraph

Texto: Adélia Chaves – Nutrinews

 

Share.

Comments are closed.