Banner

Paulo Roberto Scherer, florista da Esalflores, destaca os arranjos que harmonizam com restaurantes, recepções e quartos de hotéis

orquidea_eventoscorporativos (2)CURITIBA, 20/01/2014 – Existem várias formas de integrar as flores ao ambiente. A questão é perceber em que ambiente elas estão. Em um hotel, por exemplo, o objetivo do arranjo floral é impactar os clientes na entrada do local com arranjos chamativos mostrando, sobretudo, o bom gosto do ambiente. “Os arranjos utilizados para decoração de rede hoteleira podem variar de região para região devido à diversidade de flores existentes e distribuídas pelo nosso país”, diz Paulo Roberto Scherer, florista da Esalflores.

Segundo ele, as flores mais indicadas são as que atraem o olhar e chamam a atenção. Nesse perfil estão as alstroemérias, gérberas, lírios, rosas, antúrio e helicônias.  As cores dependem da iluminação do local. Ambientes com baixa luminosidade devem ser decorados com flores em tons claros como branco e champagne. Já os ambientes mais claros devem abusar das cores fortes e vibrantes como vermelho, laranja e amarelo.

Na recepção, pode-se optar por um arranjo com flores grandes e chamativas, se o ambiente for espaçoso e bem iluminado. Um arranjo de rosas vermelhas combina bem na suíte, no quarto para núpcias ou lua de mel. Já em eventos coorporativos ou uma convenção, arranjos de orquídeas combinam perfeitamente. Para o restaurante, o florista sugere flores sem perfume e cheiro. “O arranjo deve ser complementar ao buffet com plantas em locais estratégicos para não ser somente um refeitório, mas sim o ambiente gostoso e bem decorado para o bem estar dos hospedes ou visitantes”, lembra.

Em um ambiente gastronômico, a decoração depende do que vai ser servido.  Arranjo tropical fica bem para uma feijoada ou churrascaria que geralmente são ambientes mais espaçosos. Outro exemplo seria um arranjo tipo ikebana para um ambiente japonês ou com ambiente menor. “Têm flores que podem ser utilizadas nas próprias comidas como parte de decoração ou até saboreadas na própria alimentação”, explica Scherer. Mas atenção: evite flores que possuem cheiro forte, pois atraem insetos.

Durabilidade dos arranjos

rosasBruno José Esperança, gerente geral da Esalflores, explica que o tempo médio de durabilidade de um arranjo floral depende do ambiente, mas que geralmente é de uma semana.  “Em um ambiente muito quente o arranjo dura menos”, lembra.  A manutenção destes arranjos florais consiste na troca de água diariamente, cortar um centímetro dos caules e tirar as folhas em contato com água.

“Existe uma grande tendência do consumo na chamada assinatura de flores, que consiste na contratação de floriculturas para realizarem periodicamente a troca das flores”, completa Bruno José Esperança, gerente-geral da Esalflores.

Esperança calcula um crescimento de 20% ao ano neste seguimento dentro da empresa.  Devido a Copa do Mundo, responsáveis por hotéis planejam investir em arranjos e decorações especiais.

Fonte:  Esalflores

 

Share.

Comments are closed.